terça-feira, 3 de maio de 2011

Linda Treze Tílias

Nesta viagem não assisti nenhuma apresentação de  grupo folclórico da cidade. Há centenas de pessoas que fazem parte das apresentações de dança típica, dos cantos e das bandas locais. Para os visitantes é uma oportunidade para se conhecer também um dos principais instrumentos da música tirolesa, a cítara. 
Hotel Shneider
Muitos dos hotéis da cidade são administrados pelas famílias que trabalham e também  moram nos mesmos. Os hóspedes são recebidos como amigos que vieram de longe para uma visita.

Atêlie do escultor  Conrado Moser
 A cidade recebeu o título de “Capital Catarinense dos Escultores e da Escultura em Madeira”. Ateliês e esculturas estão por todos os lados. No hall do hotel Dreizehnlinden, por exemplo, está o ateliê do escultor Conrado Moser, conhecido internacionalmente pela riqueza de suas obras.  

Anualmente, em julho, acontece na cidade a Semana da Escultura de Treze Tílias na qual artistas de todo o país e do exterior se reúnem para mostrar e comercializar a sua arte.
Hotel Dreizehnlinden
Solange e Angélica, recepcionistas do Hotel Tirol

Há sete quilômetros do centro de Treze Tílias, na linha Babenberg fica a Igrejinha construída pelos imigrantes em 1934 e restaurada em 1998. Próxima a Igreja tem uma Gruta com a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Na época das festas religiosas como a Páscoa e o dia de Nossa Senhora Aparecida, a procissão segue por uma trilha bem cuidada e cercada de árvores que começa na gruta e vai até a igreja.
Gruta de Nossa Senhora Aparecida e estação da Via-Sacra

Nos proximidades da Igreja há casas antigas, pastagens, ovelhas, cabras, vacas holandesas, pelegos secando e patos passeando pela a estrada.
Casa construída em 1942

6 comentários:

  1. Dírlei barbieri rofner9 de maio de 2011 08:40

    Muito lindas as fotos!!Ja repasssei aos meus amigos.Volte sempre!!

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante a matéria sobre a cidade de Treze Tílias. Porém, a cidade que se auto define como o Tirol Brasileiro, vem perdendo às suas característícas austríacas e turísticas diariamente. Vindo a se transformar em um futuro próximo em uma cidade dormitório rodeada de indústrias, sejam elas da área química, da área de ração animal, modificando o ar, a cultura da cidade, enfim, uma cidade outrora turística e rural, para uma cidade urbana e industrializada. Haja vista, recentemente uma pousada e um hotel já fecharam suas portas em Treze Tílias. Um imóvel no centro da cidade, verdadeira relíquia histórica, patrimônio cultural não só da cidade como do Estado Catarinense, o prédio onde se instalava o antigo Hotel Áustria, os novos proprietários já receberam autorização das mãos da Prefeitura de Treze Tílias, para demolí-lo. Nas mãos da atual Administração Municipal, vai desaparecendo aos poucos, à cultura e a história dos imigrantes que colonizaram essa terra

    ResponderExcluir
  3. Vamos conhecer Treze Tílias no próximo final de semana, em comemoração ao aniversário de casamento. Estou procurando referências e fotos da cidade. Audmara, muito boa sua matéria e imagens!

    ResponderExcluir
  4. Cara Nana,

    Obrigada pelo seu comentário. Treze Tílias é uma cidade muito peculiar, com certeza irão gostar. Recomendo almoçar no restaurante do Leonardo Boesing e conhecer a coleção de canecas de chopp dele. Simplesmente maravilhosa! O Leonardo é uma pessoa muito especial, vocês vão adorar conversar com ele. Aproveito para lhe desejar uma boa viagem!
    Abraços,
    Audy

    ResponderExcluir
  5. OI, EU ESTOU PROCURANDO UMA CAPELINHA OU IGREJINHA PARA REALIZAR O MEU CASAMENTO E ESSA AI NA FOTO É SIMPLISMENTE MARAVILHOSA

    ResponderExcluir
  6. Olá Rodrigo e Josiane,

    A Igrejinha é mesmo um encanto e acredito que vocês irão gostar muito. Aproveito para desejar muitas FELICIDADES para vocês. Abraços,
    Audy

    ResponderExcluir